História do Chá




No território chinês existem várias lendas sobre a história do chá, entre elas, a mais célebre tem suas raízes no governo do Imperador Sheng Nung, popularmente conhecido como o Curandeiro Divino. Tentando solucionar a constante incidência de surtos epidêmicos em seu reino, ele criou uma lei que obrigava o povo a ferver a água antes de ingeri-la.



Um dia, repousando sob uma árvore, o soberano deixou sua xícara de água esfriando um pouco, e logo percebeu que algumas folhas haviam caído dentro do líquido, conferindo-lhe um tom castanho. Ao experimentá-lo descobriu que possuía um sabor agradável, difundindo assim o consumo desta bebida entre seus súditos.

Durante a dinastia Tang (618-906 d.C.) esta bebida passou a ser produzida pelos monges budistas. O monge Lu Yu foi o primeiro que escreveu sobre as várias formas de cultivo do chá e a melhor maneira de elaborá-lo. Esta obra tem como título Ch’a Ching.
Em princípios do século IX alguns monges provenientes do Japão levaram consigo algumas sementes, iniciando assim o cultivo do hábito que se tornaria tradição neste país. Tanto na China quanto no Japão, o chá conquistou um desenvolvimento sem igual em todos os ambientes, em especial no religioso, no qual passou a integrar um cerimonial sagrado.


O desembarque do chá na Europa se deu gradualmente, a princípio por intermédio da Ásia Central e da Rússia, e depois pelos portugueses que,  a partir do fim do século XV, realmente disseminaram o uso do chá por toda a Europa. Na Inglaterra, este hábito tornou-se tradicional a partir do século XIX e hoje é uma bebida consumida no mundo inteiro.

Entretanto, é na China que sua importância continua sendo celebrada por meio da Cerimônia do Chá. No início era cultivado e usado exclusivamente como erva medicinal, principalmente dentro dos Templos, depois os monges sentiram que poderiam ilustrar profundos conceitos filosóficos através dele, por isso o espírito desta Cerimônia é descrito como Hé (Paz), Jìng (Respeito), Ji (Harmonia) e Qing (Pureza).



Fontes:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os quatro tesouros do estúdio

Porque fazer intercâmbio na China?

Fone de ouvido que faz tradução simultânea